A rota dos vinhos e o que fazer em Mendoza, Argentina

15/03/2017
Mateus Carvalho²

Mendoza, na Argentina, é conhecida por ter uma rota dos vinhos extensa e a maioria das pessoas vão para lá justamente pra conhecer as famosas bodegas da província. Passamos quatro dias na região relaxando, observando a natureza e, claro, tomando muito vinho. Mas, assim, o que fazer em Mendoza vai depender da sua vontade e também do dinheiro que você tem disponível.

Mesmo que você não goste de vinho, que é o meu caso, ele sempre estará presente em sua visita à Mendoza. Em cada lugar que você chega uma taça é oferecida. Em cada lugar que você vai jantar, um enólogo está lá para te seduzir a tomar mais um. Vai embora? Uma tacinha pra finalizar.

o que fazer em Mendoza
Imensidão de vinhedo no The Vines. Ao fundo as montanhas da Cordilheira

Nos dois primeiros dias ficamos hospedados no The Vines Resort & Spa, um complexo recheado de vinhedos e que tem por objetivo atrair investidores para a compra de terra. O hotel está localizado no Vale do Uco e fica na beira da Cordilheira dos Andes. Você vai querer passar horas observando a imensidão das montanhas e dos vinhedos. Como principais atividades, você pode visitar as vinícolas instaladas no hotel, aproveitar a piscina e dar um rolê de bike pelos 800 acres de plantação. Fora isso, não pode perder a oportunidade de degustar os pratos do restaurante Siete Fuegos, de Francis Mallman, que é “o cara” do churrasco na Argentina.

o que fazer em Mendoza
Piscina do The Vines e o fundo sempre são os vinhedos e as montanhas

Um dia nós reservamos para conhecer o Entre Cielos Hotel, que fica na província de Luján del Cuyo, a 20 minutos do centro de Mendoza. Lá o que mais chama a atenção é o Hamam – conhecido também como banho turco. Além disso o hotel tem o conceito design. Criado por um casal suíço, a ideia aqui é atiçar todos os sentidos, com jardins diferentões e, claro, boas taças de vinho.

o que fazem em Mendoza
Banho turco no Entre Cielos Hotel
o que fazer em Mendoza
Conceito do Entre Cielos é ser moderno
o que fazer em Mendoza
Passeio pela Bodega Nieto Senetiner

O que fazer em Mendoza, a capital, em meio dia

Mendoza mesmo não tem muito o que se fazer, por isso o ideal é que você vá para as pequenas províncias próximas. Mas, antes de embarcar de volta para o Brasil você pode fazer um passeio pela cidade. Um city tour com ônibus turístico dura cerca de 2h e é bem organizado. O ponto inicial e final é na avenida principal, General San Martin, nem meia hora de distância do aeroporto.

É legal para ter uma visão geral do local, caso não tenha mais tempo para se hospedar na cidade. São 15 pontos, entre eles a Praça da Independência, o Parque Central e o Cerro de La Gloria – um marco de Mendoza. Lá está o monumento em homenagem ao General San Martin, responsável pela independência da Argentina. Durante o passeio você também tem uma visão panorâmica da cidade.

Cerro de La Gloria
Em Mendoza, dê uma pausa no dia para tomar uma cerveja em uma de suas ruas sem carro

Voo direto

A GOL oferece voos diretos para Mendoza com ótimos horários. A saída de São Paulo acontece às quintas-feiras, às 11h, com volta no domingo, às 15h40. A mordomia já começa no avião. Pagando um pouco a mais é possível ainda ter um assento com mais espaço – não é classe executiva e sim assentos maiores – e algumas aeronaves da companhia possuem wi-fi a bordo.

Em quatro dias é possível se sentir como Deuses dos Vinhos, entre paisagens espetaculares e prazeres mundanos únicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *