Campos do Jordão com a sua magrela

24/11/2016
Por Mateus Carvalho²

Fazer uma trilha de bike nunca passou pela minha cabeça, até chegar em Campos do Jordão. Lá a gente teve a oportunidade de ir ao Zoom Bike Park, um rancho que tem 26 km de trilhas preparadas pro mountain bike. Animal.

E, vou dizer, não precisa nem ter experiência pra fazer as trilhas. Elas são divididas em fácil/médio, médio/difícil, difícil e extremamente difícil. Nós ficamos ali nas duas primeiras, né, até porque nunca tínhamos feito isso.

Para os inexperientes, eles lançaram agora um programa de 3 horas com um mini-curso, de 1 hora, e 2 horas pra explorar o que você quiser. A gente teve a companhia do instrutor Marcio e na primeira hora ele nos passou várias dicas, na prática, pra pilotar na terra com mais segurança. E na hora de pegar as trilhas eu vi que tudo aquilo que ele falou no curso fez toda a diferença. Tem que usar algumas técnicas, principalmente nos trechos de descida, que são muito loucos. É muito importante fazer a aulinha!

curso_zoom
Dando uma praticada no mini-curso

Uma coisa legal também foi o espírito do nosso instrutor. Em nenhum momento ele citou a palavra “cair”, porque é realmente seguro. Eu senti e vi isso. É só seguir as dicas dele que você se sai bem. Às vezes pode ficar meio cabreiro de fazer uma descida ou uma curva mais fechada, ele indica descer da bike e empurrar, parar um pouco para curtir a trilha. Ele diz que não é pra pensar ou olhar pra onde você não quer ir, que aí é que a bike vai mesmo. Inclusive, o Zoom conta com três instrutores, que também são socorristas.

Fizemos quatro trilhas: Barro Preto, Quebra Gelo, Caracoles e Smurfs. Foram essas que o Marcio nos indicou. A primeira é só uma trilha de acesso para as outras e tem algumas subidas, que cansam um pouco. Mas, calma, pra fazer a parte mais legal que é a descida, tem que subir. Não tem jeito. Se cansar, empurra a bike. Tem 2 km de trajeto.

Pelo meio da trilha Quebra Gelo
Pelo meio da trilha Quebra Gelo

Depois a gente foi pra Quebra Gelo, que é mais pra você dar uma praticada, pegar mais confiança. Ainda assim, continua a subir um pouco mais. Pra subir é difícil, mas depois você vai controlando as marchas e fica melhor. Tem só 600 m de distância. Depois dessa, parte para as trilhas de nível médio, que são mais legais.

A terceira foi a Caracoles, que tem 800 m de subida logo no começo. Cansei pra cacete, quase desisti, mas no meio dessa trilha tem algumas descidas pra ganhar velocidade. Aí a brincadeira começou a ficar legal. No caminho você curte a natureza com várias árvores e uma vista incrível. Depois de dar uma relaxada, continuamos com uma descida de 1.300 m, com várias curvas. Vê só a foto ali embaixo. Foi animal, mesmo. A trilha toda tem 2,1 km.

trilha de bike
Pausa pra dar uma apreciada nessa vista incrível, no meio da trilha Caracoles
trilha de bike
Encara as curvas de madeira? Eu fui…

Pra terminar, a Smurfs. 400 m de pura descida, com três curvas feitas em madeira! Ali taca o pau, se você não tiver medo. Confesso que eu fui tentar fazer a curva de madeira e não deu muito certo. Tomei uma quedinha, depois a gente mostra um vídeo… ali eu cheguei a conclusão que toda a subida valeu a pena. Esporte, diversão e natureza, combinação quase que perfeita.

trilha de bike
E essa curva na Smurfs? Olha ali no fundo como é.. aí deu queda, hein…

Aí você vai dizer que não tem bike, que não dá pra ir. Negativo! Eles disponibilizam várias bikes pra aluguel. Usamos as deles e nos sentimos bem confortáveis. Os preços partem de R$ 70. Lá você pode pagar por hora ou então por diária. O ticket unitário pra entrar nas trilhas custa R$ 70. Se for em um grupo grande, pode pagar até R$ 35. Junta os amigos aí… lá no site deles tem todas as informações e uns vídeos loucos pra você ter uma ideia de como é.

O Zoom fica dentro do Aventura no Rancho, que oferece várias atividades. Quem não quiser andar de bike, tem várias outras coisas pra fazer. Arvorismo, tirolesa, paintball, passeio a cavalo, lanchonete e restaurante. Tem pra todo gosto, é um lugar muito legal e se você for a Campos, perca uma tarde por lá. É bem estruturado, com chuveiros para limpar as bikes e vestiário.

Pra chegar lá é tranquilo. Só seguir as placas em direção ao Borboletário. Ou então coloca no Waze que dá certo.

zoom bike park
Lanchonete do Zoom Bike Park

*O Mala ou Mochila? foi convidado para passar uma tarde no Zoom Bike Park

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *