Preparando uma volta pelo Oriente Médio e Ásia

20/05/2015

O Mundo é gigante! Há milhões de países que nunca ouvimos falar. Como começar a planejar um roteiro de viagem volta ao mundo?

Nossa viagem não é bem uma volta ao mundo. Não cruzaremos todos os oceanos, nem todos os continentes. Vamos dar uma mini volta ali pela região centro-leste do mundo. Vamos para o Oriente Médio e Ásia.

Queríamos aproveitar o tempo que vamos viajar para dar uma acelerada também no inglês. E aí começaram as possibilidades: Estados Unidos – não dava para emendar uma viagem longa por países lá perto, só se ficássemos nas Américas. Inglaterra – o preço da libra nos fez desistir na hora. Austrália – muito longe para pouco tempo, e dizem ser um país caro para quem não trabalha.

Então, relembrando os países que passamos e nossa promessa de um dia voltar, decidimos que queríamos viver por um tempo em Istambul. A Turquia nos conquistou e juntamos o útil ao agradável: morar e estudar. Será apenas um mês, mas o suficiente para nos deliciarmos com a comida turca e sermos felizes.

E aí de lá para o Oriente Médio é um pulinho, né? Não, não é muito perigoso. É tão perigoso quanto ser atropelado virando a esquina, ser assaltado ou levar uma bala perdida. A partir do momento que você pede pra nascer, tudo é um perigo! Vamos deixar de viver por isso? Descobrir escavações no Egito, nadar no mar morto da Jordânia, conhecer a beleza do Irã e nos sentir na novela Mil e  uma noites em Omã. No Irã não há guerra civil! Não somos loucos de chegar perto das fronteiras também. Temos consciência e, principalmente, medo!

roteiro de viagem

A Ásia foi escolhida porque além de lindas praias, o custo benefício é incrível. Paraíso na terra por poucos dólares. Indonésia, Vietnã, Camboja, Mianmar…China também entra no pacote. Ir até o outro lado do Mundo e não ir à China? Oportunidade assim de novo só se a gente passar a vida escavando um buraco pra tentar chegar.

Não estamos com o roteiro completamente fechado (há muito que se trabalhar para convencê-lo ir a Índia), e a ideia nem é mesmo essa. Não vamos decidir mudar de país da noite para o dia porque nosso cartão de crédito tem limites – baixo, por sinal – mas também não estamos participando de uma excursão com dias e horários contados. Países entrarão, outros cairão. Tudo vai depender dos nossos encontros, humores e valores durante a viagem.

Então, se você quer saber onde estamos, é só nos acompanhar por aqui!

Na Brancato

Comentários:

Deixe uma resposta para Fernanda Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *