Jerusalém, lugar onde as religiões se encontram

17/02/2016

Por Mateus Carvalho²

Via Dolorosa: onde Jesus Cristo caminhou com a cruz
Via Dolorosa: onde Jesus Cristo caminhou com a cruz

Jerusalém é o lugar onde as religiões se encontram. Além de ser a capital de Israel, é uma cidade totalmente turística que atrai muitos cristãos, muçulmanos, ortodoxos e judeus em um mesmo lugar. Claro, cada um tem seu quadrado, mas todos andam juntos na paz e cada um com sua fé.

É inegável que a cidade antiga de Jerusalém é a área mais buscada pelos turistas, mas lá também tem a parte moderna com lojas e restaurantes caríssimos. Só passamos um dia na cidade e acho que ficaria pelo menos mais um só pra curtir as outras partes, curtir a noite e sentir mais o clima do lugar.

Uma das entradas da Cidade Velha, em Jerusalém
Uma das entradas da Cidade Velha, em Jerusalém

Todo mundo fala sempre do Muro das Lamentações e realmente é um lugar interessante e diferente do que vemos por aqui. Achava eu que o muro era gigantesco, mas não. Diria que é até pequeno. Quando fomos, o muro ainda era dividido em dois: um espaço para os homens e o outro para as mulheres. Mas há alguns dias o governo disse que vai acabar com isso e colocar todo mundo junto, sem divisão de sexo.

O muro foi o pouco que sobrou do Templo de Jerusalém e é o lugar mais sagrado para os judeus. Nas frestas doo muro o que não falta é bilhetinho com desejos não só dos religiosos, mas de todos os turistas que passam por lá.

Muro das lamentações, onde muitas religiões se encontram
Muro das lamentações, onde muitas religiões se encontram

O Santo Sepulcro divide com Nazaré o local mais sagrado para os cristãos. Enquanto esse último é o local de nascimento de Jesus, é em Jerusalém que dizem que Ele está enterrado. Foi ali, na Via Dolorosa (ou Via Sacra) que Cristo carregou a cruz, até ser crucificado e sepultado.

Outro ponto de muita devoção é a Pedra da Unção. Diz a história que foi ali onde o corpo de Jesus Cristo foi todo preparado para o sepultamento. As pessoas ficam ali por alguns minutos rezando, alguns até por muuuitos minutos.

Santo Sepulcro
Santo Sepulcro
Pedra da Unção, onde o corpo de Jesus Cristo foi preparado para o sepultamento
Pedra da Unção, onde o corpo de Jesus Cristo foi preparado para o sepultamento

Apesar de termos lido que era bom chegar cedo porque a Basílica fecha às 14h e a fila é imensa, encontramos um local bem tranquilo e não demoramos mais do que 10 minutos na fila para entrar na Edícula onde está propriamente o Santo Sepulcro.

Não visitamos a mesquita porque na época em que fomos os ares não estavam tão calmos entre judeus e muçulmanos, então preferimos não nos arriscar do lado de lá.

Cidade velha é cheia de lojinhas e também tem restaurantes
Cidade velha é cheia de lojinhas e também tem restaurantes

Há ônibus a cada 15 minutos da estação central de Tel Aviv e vice-versa. A viagem não dura nem uma hora e custa 76 shekels (U$ 20) ida e volta. Chegando na rodoviária de Jerusalém, basta pegar o trem na porta e descer na estação do portão Damascus. Facinho! Já la dentro não podemos dizer o mesmo. É um labirinto, bom ir com um mapinha. Mas fique tranquilo em se perder nas bugigangas vendidas. Só cuidado com o preço das coisas, superfaturado para turistas. Sempre bom negociar, mas negociar bem mesmo pra conseguir um preço acessível.

Fato é que Jerusalém causa uma sensação diferente, é um lugar de muita devoção e fé e até mesmo quem não é religioso deve sentir algo mais forte. E nem é preciso falar que a cidade velha é um dos passeios obrigatórios para quem vai a Israel. Pra quem é religioso, então, um objetivo de vida.