Cidades da Ucrânia que visitamos

15/05/2015
 Na Brancato

As três cidades da Ucrânia que visitamos foram também palco das recentes lutas entre os separatistas pró-Rússia e os ucranianos que querem fazer parte da União Europeia. Kiev, a capital, natural que esteja no meio do conflito. Kharkiv e Donetsk estão à leste do país, mais próximos da fronteira com a Rússia.

As cidades foram escolhidas porque fomos assistir os jogos da Eurocopa, e pelo o que parece, são as maiores do país. A Ucrânia tem um total de 46 milhões de habitantes, sendo 2,7mi na capital, 1,4 em Kharkiv e 950 mil em Donetsk. Com a crise, essas duas últimas cidades ficaram desertas.

Desde abril de 2014 mais de 5 mil pessoas morreram nesta guerra civil. É triste ver um país que tentava se modernizar e andar com as próprias pernas depois de tantos anos preso a União Soviética retroceder e ter ainda que enfrentar uma guerra civil para ser independente.

cidades da ucrânia
Praça da Independência, Kiev.

Kiev

Não conhecemos muito da capital porque só passamos um dia lá. Do aeroporto (pequeno inclusive) é necessário pegar um ônibus para chegar na estação principal de trem. Há uma praça enorme cheia de comércio e restaurantes fast food. Detalhe: a Adidas é patrocinadora da seleção ucraniana e é preferência nacional, todo mundo usa! Lá parece que todos os monumentos são de ouro, tudo brilha, mas um brilho antigo. Essa é a praça que vimos recentemente como palco de troca de tiros e destruição, infelizmente.

kiev1
Praça central de Kiev e Fan Zone

Kharkiv

A cidade é bem arrumadinha e tem até um pub irlandês! Tem climinha de cidade de interior, com farmácias antigas e muito verde! O estádio do Metalist é novinho e conseguimos chegar de metrô. À noite, mesmo com a Eurocopa, a cidade fica meio deserta e dá medo de sair a pé.

Ficamos em 2 hotéis lá porque não tinha vaga em um único no período que ficamos na cidade. O primeiro era uma espelunca só. Ninguém falava inglês, e estava completamente abandonado, no meio do mato. Achar um taxista que conhecia o lugar era difícil.

Já o segundo era uma graça! Se alguém aí quiser ir para Kharkiv um dia, recomendamos o Mini Hotel Ryleev. O hotel estava novinho quando fomos e o donos eram super atenciosos, se esforçavam para falar inglês e para nos ajudar.

kharkiv2
Estação de trem em Kharkiv
kharkiv3
Ruas de Kharkiv.

Donetsk

Sério, como o Dentinho e outros jogadores podem afirmar que é uma cidade muito boa se viver? A cidade não tem absolutamente nada. Achamos pior que Kharkiv. A única coisa interessante mesmo é o estádio do Shakhtar Donetsk, que achamos o mais bonito.
Não temos nenhum hotel para recomendar porque todos estavam lotados devido os jogos da Euro, então ficamos no acampamento oficial da organização.

donetsk1
Estádio do Shakhtar Donetsk, único ponto turístico da cidade

Comentários:

  1. Não há razão para sentir medo na Ucrânia, eu tenho medo é do Brasil, isso sim!!! Na Ucrânia eu sempre andei com meus pertences (mochila, notebook, celular, câmera fotográfica, dinheiro) em qualquer lugar e a qualquer hora do dia e nunca me aconteceu nada. Além disso nunca se escuta falar de roubos e coisas absurdas como no Brasil, os homicídios que acontecem geralmente são por perseguição política. Portanto, a Ucrânia é um país bom para se viver e se visitar sim, (com exceção de grande parte do Leste devido as guerras e a semelhança estética e cultural com a URSS), mas claro, se você tiver dinheiro, estudo e emprego (como em qualquer lugar do mundo). Eu saco dinheiro em caixas eletrônicos no meio da rua sem nenhum problema, os carros param para os pedestres, é tudo limpo e organizado. Na Ucrânia, as mulheres andam com roupas curtíssimas no verão e ninguém fica reparando, nenhum homem olha ou assovia, cada um cuida da sua vida. Além de outras inúmeras outras qualidades da Ucrânia e dos Ucranianos que não vou me aprofundar. Um povo culto, superior, lindo e humilde que merece meu eterno respeito e gratidão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *